Uma antena longwire doméstica

Share on Facebook10Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Vamos dar aqui algumas dicas para você montar sua antena externa usando algum espaço que você tenha na sua propriedade e poder fazer com ela boas escutas sem gastar muito dinheiro. Para tanto, temos algumas regras básicas na aquisição do material, na montagem, na instalação e, por fim, na operação do seu receptor.

Antena Longwire - Visão Geral

PRIMEIRA REGRA: USE CABO COAXIAL DE QUALIDADE

O mercado já melhorou muito disponibilizando cabos para antenas de celulares, antenas parabólicas, redes de internet, radioamadores e outros serviços. Para reconhecer grosseiramente a qualidade de um cabo coaxial, poderemos abrir, ou mesmo quando o comerciante lhe apresentar o cabo, verifique debaixo do isolamento plástico, a quantidade de fiozinhos que envolvem o cabo. Um bom cabo sempre tem uma quantidade generosa de fios formando uma malha que fica até difícil separar. Eu uso muito o cabo KMP de 50 ohms nas minhas antenas.

Claro que há cabos importados com melhor qualidade, mas são também muito caros. Se lhe venderem cabo coaxial com preço infinitamente barato, desconfie, ele pode sair caro e seu rádio não vai sair do bairro nas escutas! Se você reside em uma cidade onde fica difícil a aquisição de cabos coaxiais, tente nas lojas de antenas parabólicas. Normalmente eles vendem mais é o coaxial de 75 ohms, que pode servir plenamente.

Não vamos colocar muito preciosismo na nossa antena; sendo 50 ou 75, você não irá notar diferença na escuta, afinal, ouvido absoluto só os maestros e uns poucos felizardos têm para definir alguns decibéis de diferença!

A ANTENA COM CABO E NÃO COM FIO

Muitas pessoas ainda fazem confusão com o que são fios e o que é cabo! Cabo é aquele que vem com um monte de fiozinhos juntos; já fio é aquele que é rígido, sendo um só na espessura determinada pelo fabricante. Ou seja, um cabo de 2,5 mm² terá 2,5 mm² de fiozinhos juntos formando esta medida de secção. O fio, ao contrário, já sai da fábrica com um só fio já construído nesta secção de 2,5 mm² e é sempre mais duro e mais difícil de ser trabalhado em algumas situações.

Como o cabo é mais fácil de ser trabalhado, eu sempre preferi usá-lo. Gosto de usar cabo mais grosso nas minhas antenas, principalmente as de fio longo, por causa da capacidade de suportar mais ser tracionada, ficando mais reta possível.

Cabo de 2,5 mm² serve bem a nossa antena e não são muito mais caros. Você poderá “espichar” bem o mesmo para ficar firme sem oscilar. Recentemente os amigos Carlos Felipe e Renato Uliana e eu montamos uma longwire de 300 metros e instalamos numa colina na zona rural. Não fosse a espessura mais alta do cabo ela não suportaria a tração, pois as árvores estavam de 100 em 100 metros.

Enfim, qual será o tamanho do cabo da antena? Bem, será o tamanho do espaço que você tem aí na sua morada. Apenas evite fazer curvas com a mesma. Lembrando sempre que longwires são antenas que têm grandes tamanhos e sua direcionalidade fica muito pronunciada com tamanhos bem acima de 60 metros ou mais. Nem é correto dizer que tenho uma antena long wire de 10 metros, pois nada há de grande aí. Mas controvérsias à parte, vamos em frente! Mas se você não tem cabo de 2,5 mm² use o que tiver, fique atento apenas na hora de espichar a mesma para não partir!

QUE TIPO DE ISOLADORES DEVEMOS USAR?

IsoladoresMuitos antenistas preconizam qualquer coisa que seja isolante. Mas podemos usar da criatividade e montar uma antena mais apresentável. Nas lojas de produtos agropecuários sempre encontramos isoladores de cercas de arame rural. Aqui na minha cidade custam 1 real ou pouco mais, são práticos, suportam muita tração e têm vários modelos.

Depois que descobri estes isoladores que são muito mais baratos do que os comerciais para antenas de radioamadores, só compro nestas lojas. Para ligar o isolador a um cano, caibro, árvore ou o que você tiver aí na sua morada, use o cabo de náilon mais grosso, pois dura muito tempo e é mais fácil de usar. O meu eu troquei com 12 anos de uso. Mas podemos usar arame ou outra coisa, como um pedaço de cabo ou fio.

COMO É A LIGAÇÃO DO COAXIAL COM O CABO DA ANTENA?

O ideal é que a conexão fique bem feita, de maneira que não entre água de chuva para dentro da malha do cabo coaxial. A entrada de água muda as características do cabo coaxial e ele fica perdido. O melhor a fazer quando entra água na malha de um coaxial é trocá-lo. Sempre se preconiza colocar o coaxial de forma que a conexão fique com a entrada do cabo voltada para baixo, impedindo a entrada de qualquer gota d’água. O uso de fita auto-aglomerante e fita isolante sempre é recomendável.

Nas fotos que acompanham o texto você pode ver como realizar a conexão! A malha do coaxial lá em cima na entrada da antena deve ficar desligada, e cá em baixo, perto do receptor, se tiver algum fio de aterramento, o mesmo pode ser conectado ao rádio. Em alguns casos, dada a impedância da entrada de antena do rádio, ao ligar o terra o rádio pode atenuar o sinal, portanto, fique atento a isto!

Antena Longwire - Acoplamento do cabo coaxial

QUANTOS METROS DE CABO COAXIAL DEVEMOS USAR?

O ideal é você usar um cordão para medir o tamanho do cabo coaxial, amarrando ele (o cordão) onde possivelmente estará a antena, e vai passando esse cordão até onde o receptor ficará, sempre dando folga para uma eventual mudança de posição do rádio na mesa ou onde ele for ficar.

Depois de verificar se o cordão passou onde o cabo coaxial irá passar, corte o cordão e meça o cabo coaxial do mesmo tamanho do cordão. Cabos muito curtos obrigam você a colocar o receptor onde não quer, enquanto muito compridos ficam enrolados, formando espiras que incomodam, ocupando espaço.

E A CONEXÃO DO CABO COAXIAL COM A ANTENA DO RÁDIO, COMO SERÁ?

Evite fazer gambiarras ou amarrar os fiozinhos do coaxial na ponta da antena, é muito comum isso ocorrer. Se o seu receptor é portátil com telescópica, recomendamos o uso da garra jacaré, sempre lembrando que o isolador de plástico que envolve algumas garras com o tempo endurece e fica difícil abri-la. No meu caso dou preferência para garras sem aquele isolador. Ligue as garras através de um cabo fino e solde, ou prense o mesmo na garra, e ligue o cabo na ponta do cabo coaxial soldando ou fazendo uma conexão segura e depois passe fita isolante com firmeza. Eu corto a fita isolante ao meio para ficar mais fácil enrolá-la na conexão do cabinho com a ponta do cabo central do coaxial.

Para a malha uso também o mesmo procedimento da conexão. Caso o seu receptor seja de mesa, com entrada para conector UHF, você terá que ligar um conector do mesmo modelo compatível com a entrada da antena. Se o seu rádio portátil é daqueles modelos que têm entrada para antena externa, terá que ligar na ponta do cabo coaxial que vem da nossa antena longwire um conector adequado e compatível com a entrada.

Antena Coaxial - Ligando o coaxial ao rádio

O QUE ESCUTAR COM MINHA LONGWIRE?

Lembre-se que além de uma boa antena e um bom receptor, alguns conhecimentos sobre técnicas de escutas são importantes. Conhecer um pouco sobre a propagação das ondas, qual o melhor horário para escutar esta ou aquela banda, vai ajudar a navegar melhor nas ondas do rádio.

A posição da sua antena pode influir na captação de ruídos. Portanto, tente montar a mesma o mais longe de calhas, paredes, cabos de energia elétrica, cabos de telefone, cerca elétrica, antenas parabólica ou de TV convencional e tudo que suspeite que possa induzir ruídos na nossa longwire! E boas escutas, não deixando de divulgar as mesmas nas listas, blogs e boletins!

Por Wilson Rodrigues, com ilustrações de Francisco Turelli

Iniciou seu gosto pelo rádio em 1957 quando a TV engatinhava no Brasil. Em 1992 conheceu o DXCB e desde então está no grupo interagindo com os amantes do rádio! No boletim Atividade DX, faz a coluna “Matutando!”, sempre com uma pitada de bom humor. Além disso, pesquisa e monta artesanalmente antenas para ondas médias de alto ganho!

9 comentários em “Uma antena longwire doméstica”

  1. João disse:

    Sobre o tipo de cabo, vi recentemente que o uso de aço galvanizado coberto com PVC no lugar do tradicional fio de cobre, revelaria resultados melhores que os com o clássico fio de cobre. Há alguma informação de vocês quando a isso? De fato é uma boa ideia? Tenho tudo, balun, bobina, aterramento, espaço para long wire de 60 metros, porém, diante desse artigo, me veio a dúvida: Cobre ou Aço Galvanizado????

  2. Richard J. Algarve disse:

    Olá, gostaria de saber se é necessário o uso de balun nestes casos e se existe o risco de uma sobrecarga de RF prejudicar o circuito do rádio.

    Existe algum tutorial de como montar um balun para reduzir ruídos?

    Obrigado,

    Abraços,

    RIchard

    1. João disse:

      Richard, é necessário o uso do Balun sim, não no sentido de ser “obrigação”, mas como a Long Wire costuma ser bem ruidosa, vale a pena o uso do Balun (apesar da grande disponibilidade de Baluns 9:1, o 4:1 é suficiente). Já sobre a sobrecarga de RF creio sinceramente que nada que o aterramento adequado, não revolva. Valeu e tudo de bom.

  3. Leonardo Silva disse:

    Boa Tarde, poderia detalhar melhor como deve ser feita a conexão na antena e na que entra no rádio para antena telescópica? Não compreendi, pois usa-se duas garras, uma vai na malha e outra no condutor interno? E qual a importância da malha na garra? Grato”

  4. Wilson Rodrigues disse:

    Alô João, o cabo ou fio da antena, pode ficar encapado ou não, na realidade qualquer fio ou cabo metálico serve de antena! No exterior é muito comum radioescutas usarem cabos de aço ou qualquer fio de alumínio, principalmente para antenas de longo tamanho, por serem mais baratos,e darem bons resultados também, na realidade até cercas de arames são boa como antenas, o perigo esta no tempo das chuvas por causa dos raios! O fato de uma antena com cabo ou fio ser ou não encapado não altera o rendimento da antena! – No caso da junção da antena com o cabo coaxial, você deve ligar a antena no cabinho central do cabo coaxial ( que muitos chamam de “vivo” do cabo) e a malha no caso de uma antena mais simples, pode ficar solta lá em cima, e cá em baixo na entrada do rádio, você pode ligar ela no terra do rádio ( se ele tiver) ou ligar esta malha num sistema de aterramento se você dispor de um sistema de aterramento independente, não este terra da concessionária de energia! este vem cheio de interferências elétricas! E caso não tenha nenhum dos dois, nem terra no rádio nem um aterramento onde possa ligar deixe o cabo coaxial só com o cabinho do centro ligado no rádio! Lembrando receptores portáteis mais simples, qualquer fio mais longo amarrado na ponta da antena telescópica já irá melhorar muito o rendimento dele!

  5. Sergio Santhiago disse:

    Outra pergunta. O cabo da antena de 2,5 fica encapado mesmo?

  6. Sergio Santhiago disse:

    Não entendi como fica a junção da antena com o cabo coaxial. Eu ligo a antena no fio do meio do cabo coaxial. E a malha do cabo coaxial fica sem uso?

  7. Wilson Rodrigues disse:

    Olá João! Não tem problema fazer a emenda, desde que ela seja bem feita, e que se passe uma fita isolante na emenda para evitar oxidação! Quanto o contato entre os cabos ou fio são bem feitos torcendo-se para que fiquem bem unidos e justos,
    o contato ou a interligação ocorre normalmente!

  8. João disse:

    Olá, sobre a long wire gostaria de saber se é possível fazer emendas no fio da antena. Explico: tenho um receptor e uma péssima antena long wire de aproximadamente 8 metros. Agora tenho mais fio elétrico e espaço para, no mínimo, duplicar esse comprimento, mas inevitavelmente, terá uma emenda no meio desses fios… Há algum problema nisso? Como deve ser feita essa emenda? Obrigado.

Deixe uma resposta