O fenômeno das emissoras religiosas

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Amigos do DXCB, nossas atenções neste artigo será toda voltada para as emissoras que mais tem ocupado espaço do nas faixas de radiodifusão, desde Ondas Médias ate FM.


No tempo da guerra fria o que mais chamava a atenção dos ouvintes era a divisão do mundo em dois segmentos que é do conhecimento de todos e já amplamente comentado e discutido pêlos radioescutas e dexistas desde longa data, muito embora ocasionalmente esse assunto venha a baila principalmente quando vários dexistas se reúnem.

Há um bom tempo a briga pôr um espaço no dial já não é de “capitalistas e comunistas” e sim das emissoras religiosas! As emissoras religiosas já estão no ar há um bom tempo, porém essa explosão das mesmas ocorreu de certo tempo que não sei determinar, muitas foram surgindo modestamente e com o passar do tempo ganharam audiência e aumentando a potência engoliram literalmente quem compartilhava com elas a mesma freqüência e hoje já são tantas que fica difícil guardar na memória todas elas: FEBA, WYFR, TWR, VATICANO, HCJB, APARECIDA, VOZ CRISTIANA, CANÇÃO NOVA e muitas outras, mas muitas outras mesmo! Onde essas emissoras não conseguiram instalar emissores elas compraram horários nobres em outras emissoras, cobrindo assim regiões antes não atingidas Em geral as emissoras religiosas são boas confirmadoras de relatórios de recepção. Lamentavelmente algumas brasileiras costumam não dar muita atenção para informes de recepção e temos que ser muito insistentes.

Existem também as redes de emissoras que colocam dificuldades em confirmar informes pois várias emissoras transmitem a mesma programação e uma emissão proveniente de um Estado pode ter origem em outro, na realidade uma emissora em um Estado funciona como uma espécie de retransmissor ou relay e as vezes escrever para essa emissora é tempo perdido, temos que saber para onde enviar o informe para ele chegar nas mãos certas. Isso em Ondas Médias no Brasil!

O que caracteriza uma boa emissora religiosa? Certamente vai depender do gosto do ouvinte. Muitas alem da programação religiosa tem programas de cunho informativo, tecnológico, informações desportivas, denúncias, debates, e uma diversidade de informações que atrai e segura um bom tempo o ouvinte frente ao rádio. Outras se dedicam integralmente à programação religiosa não dando espaço a outras informações o que certamente afasta uma parcela expressiva de ouvintes que estão a procura de novidade ou de informações culturais diversas. Recentemente o nosso amigo Paulo Roberto Peres Miichelom (PPM) de Porto Alegre – RS escreveu-me uma carta na qual ele comenta sobre a Rádio Voz Cristiana e gostaria de transcrever parte da mesma para este artigo pois acho muito oportuna as suas considerações!

Pois é amigos, surgiu há uns dois anos mais ou menos uma emissora chilena religiosa evangélica , acho que já é conhecida dos colegas e leitores do Atividade DX, a Rádio Voz Cristiana , o que me chama a atenção é a potência dos sinais e a diversidade de frequencias em que a rádio transmite ao mesmo tempo e no mesmo horário, já cheguei a escutar em um mesmo horário a Voz Cistiana em até quatro faixas ou seja, 25, 19, 16 e 13 metros e o que se destaca é que em todas as faixas e freqüências esta emissora transmite com um sinal fortíssimo o que se pode colocar um SIMPO 44444 com facilidade, sinal quase local e esta não foi só uma experiência; mas várias.

Monitorei esta emissora pôr quase 50 dias consecutivos sob diversos tipos de clima, com propagação boa ou ruim, independente disto tudo a Rádio Voz Cristiana continua com um sinal fortíssimo sem ruídos interferências etc. Certo dia eu sintonizava a BBC World Service em inglês em 16 metros em um dia nublado, céu carregado de nuvens, propagação ruim, e eu escutava a BBC que era só ruído, quase não se ouvia bem, ela que geralmente se escuta muito bem, e o SIMPO para a mesma era neste dia de 32222, coloquei na freqüência da Voz Cristiana na mesma faixa de 16 metros e o que aconteceu? O sinal ficou local com SIMPO de 44444, varri a faixa de 16 metros e quase não se escutava nada só a Rádio Voz Cristiana, fiz a mesma experiência em 13 metros e foi a mesma coisa! Quanto a programação da Voz Cristiana apesar de muitos não gostarem deste tipo de programação, esta não é das mais radicais. Transmitindo só em espanhol quase que 24 horas pôr dia tem noticias do Chile e do mundo, muita música pop evangélica, temas como: Saúde, natureza, estudos bíblicos, diálogos em auto nível sem aquele apelo fanático que caracterizam algumas emissoras religiosa.

Pelas informações acima que o Paulo Roberto muito atentamente colheu podemos verificar que muitas emissoras religiosas têm ouvintes cativos não só aqueles tradicionais mas também no meio de dexistas como no caso do nosso amigo Paulo (PPM).

Aqueles que ouvem Ondas Médias também podem verificar como as emissoras religiosas estão presentes no dial, na realidade é em Ondas Médias que elas se fazem presentes em uma quantidade muito expressiva. No início da faixa 530KHz podemos escutar a Rádio Vision Cristiana desde South Caicos e no final em 1600KHz com um belo sinal Rádio 9 de Julho e mais acima 1610KHz Caribbean Beacon desde The Valley em Anguilla mas ao longo da faixa elas são muitas. Um dos grandes problemas destas emissoras é que muitas passam horas sem se identificar, não dão a hora, o que dificulta ou acaba sendo impossível reporta-las.

Muitos dexistas após receberem confirmação não a ouvem mais pôr achar cansativa a programação e sem grandes atrativos, principalmente numa época com tantos atrativos ao longo das faixas de radiodifusão.

Se você não tem muita paciência em ouvir as religiosas tente pelo menos reportá-las para conseguir uma confirmação, neste mundo globalizado as coisas mudam em ritmo tão acelerado que não podemos garantir que essas emissoras tomem outro rumo, em direção a outras tecnologias mais modernas para enviar suas mensagens. “No passado alguém podia imaginar que a guerra fria iria acabar num piscar de olhos como acabou?”

Agradeço ao Paulo Roberto Peres Michelom pelas informações e colaboração com a coluna. Espero que outros colegas também deixem o acanhamento de lado e participem mais ativamente do DXCB!

73’do amigo Wilson Rodrigues

Por: Wilson Rodrigues

Iniciou seu gosto pelo rádio em 1957 quando a TV engatinhava no Brasil. Em 1992 conheceu o DXCB e desde então está no grupo interagindo com os amantes do rádio! No boletim Atividade DX, faz a coluna “Matutando!”, sempre com uma pitada de bom humor. Além disso, pesquisa e monta artesanalmente antenas para ondas médias de alto ganho!

Deixe uma resposta