Vale a pena construir uma antena loop?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Se você gosta de Ondas Médias e acha que a sua antena não esta dando o rendimento que você gostaria quem sabe uma antena Loop vai atender as suas necessidades nesta faixa. Neste artigo vamos comentar sobre uma antena excelente e que é usada dentro da sua residência.


Há alguns anos folheando uma revista de nome Circuitos Integrados encontrei um artigo muito interessante: DX – O Tapete Mágico Da Recepção Das Estações Distantes. Neste artigo dentre algumas antenas estava o projeto de uma antena Loop para Ondas Médias com cada lado do quadrado da antena com 1 metro de comprimento, o que demonstrava que a antena certamente iria dar um bom rendimento dado ao seu tamanho. Já vi esquemas de pequenas antenas Loop ( Mini-Loop ) que devem ser ótimas para operação portátil, porem para ficar fixa na residência poderíamos montar uma antena mais robusta. A nossa antena gasta 32 metros de fio número 20 ou 18 o material para as conecções tais como: tubos de PVC , peças de madeira, fita de antena de TV e o mais difícil, um capacitor de 500pF ou próximo desta capacitância.

A antena que montei usa uma base de chapa de ferro onde o suporte da mesma encaixa dando condições de giro de 360 graus, desta forma confortavelmente sentado posso direcioná-la em qualquer direção com uma só mão e seu capacitor fica numa posição adequada para manusea-lo.

Depois de montada a Loop, fomos fazer os primeiros testes, comparando-a com um dipolo com 20 metros de comprimentos que usamos no nosso QTH principal em Itaúna. Minha chave de antenas tem entrada para três antenas, e a comutação da antena é feita nos dois fios da mesma, já observei que as chaves de antenas comerciais comutam apenas o polo positivo e o negativo é comum ou seja quando você tem uma antena dipolo de 10 metros de comprimento em cada lado e outra de 50 metros também de cada lado ao usar a antena de 10 metros um dos lados terá os 10 metros mas o outro terá 60 metros pois a sua chave não comuta o lado da malha do cabo coaxial e ai sua antena não esta corretamente instalada. Portanto chave de antena tem que comutar os dois fios.

Inicialmente coloquei o transglobe em 7oo KHz e a chave de antenas na posição do dipolo, nada ouvi apenas muito ruído de estática, comutamos a chave para a Loop e girei bem devagar o capacitor variável no sentido de fecha-lo em uma certa posição com um ajuste fino lá estava em pleno meio dia a Rádio Eldorado de São Paulo com um sinal razoável, um pouco acima nos 800 KHz girando a Loop noutra direção com um sinal ainda melhor Rádio MEC- Rio de Janeiro e acima nos 860 KHz CBN- Rio de Janeiro também com um bom sinal e o QTH rural esta ai próximo de 600Km das estações ouvidas em pleno meio dia, 12 horas. Ë claro que fiquei muito satisfeito pois nem sempre estes projetos de revistas dão certo, e passei o resto da tarde testando outras freqüências.

A grande vantagem da Loop é que ela é direcional, algumas estações dependendo da posição geográfica em que estão podem desaparecer com o direcionamento da antena. A Loop é uma antena cheia de detalhes, um pequeno toque no capacitor e uma estação desaparece, e realça o sinal de outra. Quem não esta acostumado com ela no primeiro momento pode não saber opera-la adequadamente mas conhecendo-a pode tirar dela todo seu rendimento.

Levando a mesma para o QTH rural pude testá-la ainda mais a comparando com a Long Wire de 200 metros obtive os seguintes resultados: Com a chave de antenas ligada na Loop e na Long Wire e na posição central da chave sem antenas, na posição antena Long Wire que esta recebendo sinais no sentido leste / oeste escuto a Rádio Difusora de Piranga – Piranga, MG em 1570 KHz com sinal razoável, comutando a chave para a Loop escuto a Rádio Cidade de Corinto também nos 1570 KHz as duas estações estão separadas em 90 graus uma no norte de Minas a outra na região mais para o leste do estado.

Na posição central da chave de antenas escutava bem baixinho pois só usava a antena de ferrite interna do rádio, uma terceira emissora que não consegui identificar, como podem ver foram 3 estações diferentes na mesma freqüência. Uma a 320 Km de Itatiaiuçu e a outra a 210 km e todas três ouvidas sem interferência uma na outra.

Com a Long Wire o sinal escutado é muito mais forte, porem se a estação que você deseja escutar estiver de lado, fora da visão da antena ele simplesmente desaparece e ai entra a Loop que é direcional buscando o sinal em qualquer direção embora com um sinal mais baixo e com recurso para discriminar estações laterais. Uma outra vantagem da Loop é que ela pode ser usada em apartamentos onde fica muito difícil instalar uma antena externa , neste caso necessita-se de pelo menos 1,5 metros quadrados para girá-la com comodidade mais uma vantagem por ocupar pouco espaço.

Acoplando-se um outro capacitor também de 500pF em série através de uma chave de qualquer tipo a antena passa a captar as freqüências baixas acima de 200KHz onde estão os Rádios Faróis e ate os 520 KHz podera sintonizá-los direcionando a Loop para o melhor sinal. Depois é só desligar a chave e ela volta a ressonar de 500KHz até 1700khz. Finalizando vou usar mais uma vez uma frase muito comum aqui em Minas Gerais: “Quem só comia capa de costela quando comer filé mingnon, não quer mais capa de costela.” Quem usa antena de baixo ganho ao conhecer a Loop não vai querer deixá-la jamais! Espero que com as considerações acima, e depois de pensar e ponderar, você tome a decisão se vale a pena construir uma antena Loop!

73’do amigo Wilson Rodrigues

Por: Wilson Rodrigues

Iniciou seu gosto pelo rádio em 1957 quando a TV engatinhava no Brasil. Em 1992 conheceu o DXCB e desde então está no grupo interagindo com os amantes do rádio! No boletim Atividade DX, faz a coluna “Matutando!”, sempre com uma pitada de bom humor. Além disso, pesquisa e monta artesanalmente antenas para ondas médias de alto ganho!

Deixe uma resposta