Grécia em ondas curtas!

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

– Mesmo vivendo uma crise sem precedentes, a Grécia ainda mantém algumas emissões em ondas curtas de sua emissora oficial, a Voz da Grécia, também conhecia, em grego, como Ellinikí Radiofonía. Existe uma emissão, em grego, destinada à América do Norte, que vai ao ar entre 2200 e 0500, no TU, na frequência de 9420 kHz. A recepção é regular aqui no Brasil, conforme constatação do Rafael Rossi, de Urussanga (SC), sempre por volta de 0100, no TU. Ele também tem monitorado a emissora em 9935 kHz, no mesmo horário.

– Em Navegantes (SC), Ivanildo Dantas tem monitorado, com ótima sintonia, a emissora boliviana Rádio Santa Cruz, que transmite desde Santa Cruz de La Sierra, em 6135 kHz. Neste mesmo canal transmite a brasileira Rádio Aparecida que, nesta época do ano, tem o seu sinal encoberto pela estação boliviana em diversas localidades.

– Em Valencia, na Espanha, José Miguel Romero monitorou, em 17 de maio, a transmissão da Voice of Hope, que transmite desde a Zâmbia, em inglês, entre 0500 e 0530, no TU, em 9680 kHz. O sinal desta estação religiosa foi monitorado ainda em Melbourne, na Austrália, pelo Bob Padula, no dia seguinte, com ótimo sinal.

– O Cassiano Macedo, que é o apresentador do programa Encontro DX, que vai ao ar, nos sábados, às 19h, na hora oficial de Brasília, pela Rádio Aparecida, destaca que a Rádio Voz da Turquia inaugurou no ano passado um serviço de notícias em língua portuguesa. Trata-se de um podcast que pode ser escutado no site da emissora, que é o seguinte: www.trt.net.tr. Lembramos que a Voz da Turquia pode ser facilmente ouvida emitindo em espanhol via ondas curtas!

– Após um período de testes, a Rádio Nacional da Amazônia, de Brasília (DF), está transmitindo em definitivo em sua frequência de 6180 kHz, na faixa de 49 metros. A informação é do Noé César, do Departamento Técnico daquela emissora. Ele enviou as boas novas sobre a emissora ao Rafael Rossi, que reside em Urussanga (SC).

Começou a ouvir rádio ainda garoto e nunca mais se desligou dele. Na década de 1980 descobriu as emissões internacionais em ondas curtas. Trabalhou nas rádios Felusp FM e Gaúcha de Porto Alegre. É autor do livro O que é o Rádio em Ondas Curtas e participa de programas de ondas curtas das rádios Aparecida, Transmundial e Caros Ouvintes. –

Deixe uma resposta