Ouvindo rádio faróis

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Email this to someonePrint this page

Embora seja uma faixa muito interessante, muitos radioescutas e dexistas ainda não se aventuraram em realizar escutas.


A faixa de ondas longas, onde estão a maioria dos rádios faróis, também chamados de NDB (Non-Directional Beacon), infelizmente não é encontrada na maioria dos receptores analógicos salvo receptores estrangeiros. Por esse motivo muitos desconhecem a faixa. Felizmente hoje já podemos verificar que muitos receptores analógicos de procedência estrangeira têm pelo menos um segmento desta faixa. Existem vários países da Europa, África e Ásia dentre outros que emitem programação destinada ao grande público nesta faixa. Vários dexistas brasileiros já escutaram emissões radiofônicas nesta faixa daqui do Brasil. Ao sintonizarmos, por exemplo, o segmento de 100KHz ate 525KHz encontraremos uma infinidade de estações emitindo sinais telegráficos em código morse com uma identificação de duas ou três letras que na maioria das vezes é a abreviatura do nome da cidade como por exemplo: CVL, Caravelas – BA na freqüência de 365KHz ou ASU, Assunção – Paraguai em 360KHz.

 

Algumas estações têm sua identificação diferente do nome da sua cidade ou região como, por exemplo: IK, Bento – SP na freqüência de 320KHz ou DA Calcanhar – RN em 305KHz. Não conheço colegas que tenham confirmado estações de Rádio Faróis aqui do Brasil porem no exterior muitos dexistas por insistência acabam conseguindo confirmações, isso segundo uma revista americana destinada aos assuntos de estações utilitárias.

 

Entendo eu que, a faixa de Ondas Longas é também uma faixa de pesquisa, pois podemos verificar através dela as condições do tempo. Quando alguma tormenta se aproxima, ao sintonizarmos a faixa ouviremos uma quantidade surpreendente de ruídos estáticos e estalos de toda magnitude sendo as vezes impossível a escuta. No período do inverno, porém, a faixa fica silenciosa e podemos ouvir uma infinidade de estações dos mais diversos lugares do Brasil. Já pude observar que existem períodos em que a faixa fica extremamente ruidosa sem significar que o tempo esta mudando para chuva ou vice-versa. Os fenômenos da atmosfera certamente provocam tantos ruídos que às vezes nos enganam. Para uma boa recepção das Ondas Longas é importante que tenhamos uma antena bem grande adequada a faixa ou uma antena de ferrite ou loop de pelo menos 1 metro de aresta.

 

Escutando rádio faróis com o amigo Renê G. Passold de Osasco-SP no QTH rural pude comprovar a eficiência da antena de ferrite, pois as estações que eu ouvia no R5000 com uma antena de fio longo eram também ouvidas no Sony do Renê com a antena de ferrite. A vantagem da antena Loop sobre as demais está no fato da mesma ser direcional e com isso eliminar sinais indesejáveis facilitando a identificação da estação. Também é muito comum passarmos a escutas emissoras de Ondas Médias na faixa de Ondas Longas quando utilizamos antenas de fio longo principalmente os receptores portáteis. Realizando escutas com o R2000 na residência do amigo Valdemir em São Paulo não consegui sintonizar praticamente nenhuma estação de Radio Farol em virtude das inúmeras estações de Ondas Médias que tomavam conta da faixa com suas harmônicas. Realmente quem mora nos grandes centros têm que fazer milagres para ter uma boa escuta.

 

Não contei ainda, mas embora não seja um aficionado e dedicado pesquisador dos Radio Faróis já ouvi perto de 70 estações diferentes de NDBs de norte a sul do Brasil. Muitas vezes temos que ter muita atenção ao identificarmos uma estação, pois na mesma freqüência várias estações estão operando e com aquela quantidade de sinais telegráficos um sobre o outro até os experientes acabam confundindo as estações. Certa ocasião eu tentava identificar uma estação e no momento o que mais se ouvia era uma cachoeira de estáticas e ruídos de toda sorte, a impressão que se tinha era que estávamos sob o fogo cerrado de uma artilharia de tão ruidosa que estava a faixa. Minha esposa sem entender meu propósito de identificar a estação perguntou-me: “O que é que você esta ouvindo ai? Só consigo ouvir um tiroteio infernal, nada mais!” Depois de 20 minutos consegui identificar a estação sob o olhar atento de minha esposa que até hoje não consegue entender como nós que somos amantes do rádio realizamos estas façanhas de ficar horas a fio escutando sinais, apenas com o objetivo de identificá-los.

 

Com 4 caracteres só consegui escutar 2 estações que não consegui identificar, são elas: PJIY em 1650KHz e SS52 em 1630KHz. Pude observar também que quando a propagação esta aberta com boas chances de escutas quase sempre as Ondas Médias também esta aberta para boas escutas. Se você tem costume de fazer passeios no campo, pescaria ou visitar amigos, leve seu receptor e ligue a antena do mesmo a uma cerca de arame, pois em geral tais cercas tem comprimentos enormes e funcionam como uma antena de fio longo. Tenha o cuidado de verificar se a cerca não é eletrificada para proteção contra gado e se no momento não há presença de mal tempo com relâmpagos e trovões, pois aí nem pensar em ligar seu receptor nela.

 

Na coluna de DEXISMO UTILITÁRIO foi publicado uma listagem de Rádio Faróis que ajudam e muito na identificação dos NDBs, desta forma fica mais fácil procurar as estações. Agora que você já sabe um pouco sobre os Rádio Faróis, que tal dar um pulinho lá em baixo na faixa vasculhar as freqüências anotá-las e informar ao Claudir Ghiggi.

 

Espero que o artigo tenha despertado o interesse dos colegas para escutar os NDBs, caso isso ocorra este artigo terá cumprido seu objetivo.

 

Por: Wilson Rodrigues

Iniciou seu gosto pelo rádio em 1957 quando a TV engatinhava no Brasil. Em 1992 conheceu o DXCB e desde então está no grupo interagindo com os amantes do rádio! No boletim Atividade DX, faz a coluna “Matutando!”, sempre com uma pitada de bom humor. Além disso, pesquisa e monta artesanalmente antenas para ondas médias de alto ganho!

2 comentários em “Ouvindo rádio faróis”

  1. Olá, aqui na região de Tubarão-SC, peguei a JGN – Aeroporto de Jaguaruna em 280khz e SW – Farol de Santa Marta em 310khz.

  2. João disse:

    Como obtenho o email do Renê G. Passold? Faz tempo que procuro sem nada encontrar. Preciso saber o que houve com a tão interessante proposta da antena RGP3-OC uma vez que há tempos a procuro, sem nada encontrar (para compra). Há meses não é ofertada na Lojinha do Radioescuta ou no radiodx do Eduardo Castaldelli. Logo, o que houve?!?

Deixe uma resposta