Estações brasileiras inativas

– Em Unaí (MG), Uender Marques tem notado a boa sintonia da Super Rede Boa Vontade de Rádios, de Porto Alegre (RS), pela frequência de 11895 kHz. Ele captou a emissora em 20 de abril, por volta de 2030, no TU.

– Em Navegantes (SC), Ivanildo Dantas tem notado a boa performance de algumas emissoras regionais chinesas em ondas curtas. Ele destaca, por exemplo, a sintonia da emissora regional do Tibet, a PBS Xizang, em 4905 e 4920 kHz, sempre por volta de 0000, no TU.

– Lembramos que a Rádio Argentina ao Exterior (RAE) prossegue valorizando o idioma português em ondas curtas! As emissões desta emissora em nosso idioma vão ao ar no seguinte esquema! Tome nota! Das 1200 às 1300 em 15345 Khz; também das 0000 às 0100, no TU, em 11.710 kHz.

– Em Nazaré das Farinhas (BA), Thiago Victor monitorou, em 20 de abril, por volta de 0220, no TU, a World Christian Broadcasting, pela frequência de 6190 kHz. Trata-se de uma estação do estado norte-americano do Tennessee, que transmite desde a ilha de Madagascar, na África.

– Desde Novo Hamburgo (RS), Édison Bocorny Júnior destaca que algumas emissoras brasileiras estão, já há algum tempo, inativas em ondas curtas. Ele cita, por exemplo, a Rádio Itatiaia, em 5970 kHz; a Guaíba, em 6000 kHz; a Canção Nova em 6105 kHz; a Nacional da Amazônia, em 6180 kHz; e as duas emissoras de Goiás na faixa de 25 metros: a Brasil Central, em 11815 e a Rádio Daqui, em 11830 kHz.

Um comentário em “Estações brasileiras inativas”

  1. Estas emissoras locais chinesas como os da tibet sempre foram bem escutadas aliás as estações chinezas em geral sempre foram bem sintonizadas China e um país que investe nas ondas curtas Paulo Michelon ppm porto alegre rs
    Rádio escuta

Deixe uma resposta